Você foi clonado no WhatsApp?

Confira como fica a sua conta quando ela é invadida, como recuperar a sua conta e como voltar a usar o app sem trocar o seu número.

O WhatsApp é o aplicativo de mensagens mais popular no Brasil, atualmente. A falta de conhecimento sobre as medidas de segurança podem gerar desconforto para a maioria dos usuários. Muitos golpes estão sendo aplicados atualmente. Os hackers conseguem o número do usuário de várias formas, por meio de promoções enganosas usando o Instagram como isca, por meio de anúncios na OLX, ou Mercado Livre. É importante ficar atento a ligações estranhas ou mensagens recebidas via sms que solicitam qualquer tipo de dados de segurança.

Sobre contas roubadas

Nunca compartilhe seu código de confirmação do WhatsApp recebido por SMS com outras pessoas, nem mesmo com amigos ou familiares. Caso você tenha compartilhado seu código e perdido o acesso à sua conta do WhatsApp, siga as instruções abaixo para recuperar sua conta.

Se suspeitar que outra pessoa está utilizando sua conta do WhatsApp, notifique seus familiares e amigos, pois essa pessoa pode tentar se passar por você em conversas e grupos. O WhatsApp é protegido pela criptografia de ponta a ponta, e as mensagens são armazenadas em seu aparelho. Portanto, se alguém acessar sua conta de outros dispositivos, essa pessoa não poderá ler conversas anteriores.

De acordo com uma pesquisa realizada pela dfndr lab, laboratório especializado em segurança digital da startup PSafe, mais de 473 mil brasileiros já foram vítimas de clonagem de WhatsApp e mais de 15 mil pessoas por dia sofreram o golpe apenas no mês de setembro de 2020. O número de pessoas que caíram no esquema foi 25% maior em relação ao mês anterior (agosto 2020).

O estado de São Paulo ganha destaque nesse contexto como o local com a maior incidência de casos no mês de setembro – 107 mil vítimas. O segundo pior cenário é no Rio de Janeiro, com 60 mil, seguido por Minas Gerais com 43 mil. Abaixo, você confere mais dados da pesquisa:

Como saber se fui hackeado?

O seu WhatsApp foi deslogado repentinamente, e está aparecendo uma mensagem indicando que ele está ativo em outro smartphone?

Se a resposta for sim, isso indica que o sua conta foi hackeada e ela está sendo destinada para uso malicioso.

As pessoas que invadem a conta do WhatsApp estão, geralmente, a procura de benefícios financeiros. Portanto, elas vão enviar mensagens para toda a sua lista de contatos, solicitando transações bancárias, ou dados pessoais, como número do cartão de crédito e outras coisas semelhantes.

NUNCA COMPARTILHE O CÓDIGO DE SEGURANÇA RECEBIDO POR SMS COM NINGUÉM

Para começar, é importante lembrar que sempre há um código de verificação que é enviado por segurança pelo próprio WhatsApp por SMS. Esses dígitos só podem ser acessados pelo dono da conta e por ninguém mais. Sendo assim, sempre desconfie de ligações e pedidos para que esse sistema de segurança seja enviado. Por mais que pareça verídico, esse é o único jeito de se manter longe dos ataques.

Recuperando a conta

O WhatsApp recomenda que você desative o aplicativo do smartphone, faça o download novamente e tente entrar com o seu número normalmente, como se estivesse sendo feito pela primeira vez. Será enviado uma confirmação por SMS com o código de ativação. Esse número não deve ser compartilhado com ninguém, pois ele é modo como os desenvolvedores vão manter a sua segurança. Assim que você conectar em seu aparelho, quem estiver logado com seu número será desconectado automaticamente.

Site de ajuda oficial do WhatsApp

Se for solicitado um segundo código, e você não o souber, ou não tiver acesso, isso quer dizer que o invasor usou o sistema de Confirmação em Duas Etapas. Esse sistema é fornecido pelo próprio WhatsApp para manter a confirmação mais segura.

Os golpes que estão sendo aplicados no Brasil atualmente estão usando esse sistema de confirmação, para evitar que o usuário recupere o controle rapidamente. Para solicitar uma segunda vez o código de confirmação, é necessário aguardar sete dias.

É NECESSÁRIO AGUARDAR SETE DIAS PARA VOLTAR A TER ACESSO A SUA CONTA DO WHATSAPP

Depois do período de sete dias, você pode solicitar um novo código, para o mesmo número. Isso mesmo que você não tenha acesso ao seu número de segurança. A sua conta será desconectada de outros aparelhos quando você inserir o código de seis dígitos que for reenviado por SMS.

O tempo de segurança do WhatsApp é de sete dias. Não irá alterar você tentar reativar a conta nesse período, já que é necessário esse tempo por medidas de segurança do app. Depois de sete dias sem o acesso a sua conta, você pode refazer o processo. Caso ainda não de certo, mesmo depois desse período, confira abaixo outra medida que você pode fazer.

Nesse período avise TODOS os seus contatos que o seu aparelho foi invadido e que as pessoas não devem fazer nenhum tipo de depósito e nem fornecer dados para a sua conta de WhatsApp. Peça para que seja removido de grupos, onde mais pessoas podem ser contatadas. Envie SMS para as pessoas que estão registradas em seu smartphone falando sobre o que ocorreu e, oriente que elas não forneçam seus dados de segurança, se algo semelhante ocorrer com elas.

Não deu certo?

Caso o primeiro sistema não funcione, há ainda outro método, que é fazendo o pedido de número perdido, como se o seu smartphone tivesse sido roubado. Para isso é necessário fazer o pedido de bloqueio do número diretamente para o WhatsApp.

Eu recomendo que a primeira medida que você deve tomar e enviar esse email solicitando o bloqueio, o mais rápido possível.

Você deve: enviar um email para support@whatsapp.com, com a seguinte frase: “Perdido/Roubado: Por favor, desative minha conta” no corpo do email. É necessário incluir o seu número de telefone em formato internacional completo, ou seja: +55 (XX) XXXXX-XXXX. Sendo o 55 para o Brasil e os números entre parenteses o código de área, depois o seu número.

Enviando esse email o WhatsApp vai bloquear o seu número em todos os aparelhos que ele estiver sendo utilizado. Para cadastrar novamente, o aplicativo irá te enviar códigos de segurança, por favor não passe esses números para ninguém!

No meu caso, foi necessário aguardar 9 horas, para poder solicitar o código de acesso, e para evitar problemas solicitei o código por ligação. Consegui recuperar o acesso no mesmo dia.

Conversas perdidas?

Caso seu histórico de conversas tenha sido excluído você pode recuperar usando a sua conta do smartphone. Para ver os procedimentos de recuperação no Android clique aqui, para iPhones, com o sistema operacional iOS, clique aqui.

O WhatsApp irá te direcionar para o melhor método para recuperação de seus dados, que deve ser feita de acordo com o sistema operacional do seu aparelho.

Acesso à conversas antigas

O WhatsApp possui um novo sistema de criptografia de ponta a ponta. Isso significa que, mesmo que a pessoa que invadiu a sua conta tenha acesso a seus contatos, ela não pode ver conversas antigas.

O próprio aplicativo deixa essas informações ocultas, podendo ser acessadas apenas pelos dispositivos que trocaram essas mensagens. Assim, nem mensagens, nem mídias, poderão ser acessadas em outros dispositivos.

Período sem acesso a conta

O app permanece ativo, mesmo que a sua conta demore alguns dias para voltar. Seus contatos ainda conseguem ver o seu perfil normalmente, mesmo que você não o esteja acessando. As mensagens são enviadas para a sua conta normalmente e ficam pendentes por até 30 dias, isso quer dizer que quando a conta for recuperada você vai ter acesso as mensagens que você perdeu.

Depois que você reativar a sua conta todas as funções voltam normalmente, você permanece com acesso aos grupos que fazia parte (desde que o hacker não tenha saído ou excluído durante o período de invasão).

Se a sua conta não for reativada dentro de 30 dias, ela será completamente apagada dos servidores do WhatsApp e será necessário cadastrar outro número.

E aí, gostou desse conteúdo?  Ele te ajudou a resolver esse problema? Compartilhe com os seu amigos e divulgue esse material.

O processo funcionou para você? Como foi que sua conta foi invadida?

Compartilhe esse conteúdo com o máximo de pessoas, para deixar outras pessoas informadas e evitar que elas caiam no mesmo golpe.